Cultura

Academia de Letras tem nova direcção

O académico Paulo de Carvalho é o novo presidente da Academia Angolana de Letras, num acto, realizado no último sábado, dia 16, que serviu ainda para eleger o actual corpo social da associação.

O processo eleitoral, feito em Assembleia Geral Extraordinária, contou com uma única lista que obteve 16 votos à favor. O novo corpo directivo é constituído por Filipe Zau (vice-presidente), Fragata de Morais (secretário-geral), Vatomene Kukanda (presidente do Conselho Científico) e António Quino (Vogal).

A Mesa da Assembleia Geral é constituída por Pepetela (presidente), Octaviano Correia (vice-presidente) e Albino Carlos (secretário-geral), enquanto o Conselho Fiscal tem como presidente Carmo Neto, Lopito Feijó como relator e Aníbal Simões ( Cikakata Makunda) como secretário.

O programa de acção da nova direcção tem como linhas de força principais a reactivação da Academia Angolana de Letras, a realização de actividades regulares e ciclos de conferências periódicos. Entre as prioridades da nova direcção está também o absentismo e a actualização do pagamento de quotas. A realização de mesas redondas para discutir assuntos da actualidade, assim como encontro com académicos e a criação da revista da academia fazem, igualmente, parte das prioridades.

Paulo de Carvalho é Mestre em Sociologia e membro fundador da Academia Angolana de Letras. É igualmente deputado à Assembleia Nacional e professor catedrático. Antigo reitor da Universidade Katyavala Bwila, director da Faculdade de Ciências Sociais da Universidade Agostinho Neto, já foi vice-presidente da Universidade Pan-Africana.