Cultura

Adiada a candidatura do Campo do Tarrafal

Cabo Verde quer mobilizar a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) para a classificação do Campo de Concentração do Tarrafal como Património Mundial da UNESCO, cuja candidatura dever ser apresentada no próximo ano, disse, ontem, à Lusa, o ministro da Cultura e das Indústrias Criativas, Abraão Vicente.

“Vamos mobilizar toda a comunidade da CPLP para a causa do ex-Campo de Concentração do Tarrafal e estou convicto de que o trabalho será feito com seriedade para alcançarmos o sucesso”, disse o ministro, em resposta a perguntas da agência Lusa. O antigo Campo de Concentração do Tarrafal consta da lista indicativa a Património Mundial da UNESCO desde 2003.
Em Fevereiro passado, numa visita ao sítio, o ministro da Cultura e das Indústrias Criativas disse que Cabo Verde iria trabalhar para apresentar a candidatura este ano.  Abraão Vicente justificou o não cumprimento dessa meta com o facto de o país estar focado no dossier da morna, cuja candidatura a Património da Hu-manidade vai ser apresentada à UNESCO ainda este mês.