Cultura

As vozes e as cores de Albino da Conceição

Um total de 28 quadros da autoria de Albino da Conceição estão patentes ao público desde sexta-feira e até ao próximo dia 25, na galeria do Edifício Kilamba, em Luanda, na exposição denominada “O meu eu e as vozes das minhas cores”.

Nas obras expostas, o artista plástico retrata motivos inspirados em poemas da sua autoria, em que destaca a fauna e as paisagens das diferentes regiões do país.
Em declarações à imprensa, Albino da Conceição deu a conhecer que os quadros são do estilo realista.
Albino da Conceição disse que os quadros apresentam desenhos de zonas turísticas, com destaque para a Fenda da Tundavala, na província da Huíla, e retratos representativos de crianças e adultos do grupo Ovambo, Cuanhama, na província do  Cunene.
O autor utilizou vários tons, com destaque para o vermelho, azul, castanho, preto e  laranja, fazendo uma mistura de cores quentes e frias, utilizando a técnica de óleo sobre tela.
Albino da Conceição nasceu em Luanda, em 1963.