Cultura

Papel do crítico é debatido em simpósio

A União dos Escritores Angolanos (UEA) e o Circuito de Estudos Literários e Linguísticos Litteragris realizam no dia 8 de Dezembro, em Luanda, o primeiro simpósio de crítica literária, com o intuito de dinamizar a crítica literária em Angola, torná-la mais racional e científica.

Uma nota de imprensa da UEA refere que o simpósio, subordinado ao lema “Por uma crítica racional e isenta”, tem como objectivo reivindicar o lugar da crítica e do crítico na instituição literatura angolana, uma actividade em que os escritores, jornalistas e linguistas são os grandes protagonistas.
Estão convidados ao simpósio, professores e estudantes de letras, assim como de outras áreas do saber, membros da Academia de Letras de Angola e da União dos Escritores Angolanos, de movimentos literários e de associações cívico -literárias.
Os oradores do certame são figuras da Academia Angolana de Letras, dos centros de investigação científica e membros de movimentos literários, entre os quais, Domingas Monte, Abreu Paxe, Osvaldo Silva, Joaquim Martinho, Hamilton Venokanya e Agostinho Gonçalves. 
A União dos Escritores Angolanos (UEA) foi proclamada em 10 de Dezembro de 1975, em sessão que contou com a presença do Presidente Agostinho Neto, que proferiu um discurso programático onde reflectiu sobre a dimensão cultural de Angola.