Cultura

Recital no Camões faz “reviver” Neto

De forma subtil e encantadora, o poeta Universo Mavambo e amigos declamaram na noite de quarta-feira, no Camões - Centro Cultural Português, em Luanda, poemas de Agostinho Neto, na segunda edição do recital de poesia “Reviver Poesia de Neto”.

Segundo Universo Mavambo, fruto das pesquisas feitas no livro “Sagrada Esperança” de Agostinho Neto nasceu a sua paixão pela poesia e  a sua inspiração para declamar.
No recital o jovem poeta declamou várias poemas com destaque para “Amanhecer” da sua autoria e na “Pele do Tambor” de Agostinho Neto. O momento musical teve como atracção da noite o Duo  Canhoto que interpretou as canções “Não me provoques”,  de Roça da Costa, e “Partida para o Contrato”, de Agostinho Neto. Ainda na área da música Fernando Jessy, que musicou os poemas declamados por Universo Mavambo, interpretou os temas  “Mussunda Amigo” e “Kinaxixi”.
O último momento do recital foi marcado pela participação de alunos da Escola Museu da Unidade da Guarda Presidencial (UGP) que declamaram o poema “Não me Peças Sorrisos” de Neto.
A actividade terminou com muita emoção e encanto, depois do momento mais esperado: Wende Bocado, uma menina de cinco anos, recitou os célebres poemas de Neto “Havemos de Voltar” e “Adeus à Hora da Largada”.