Cultura

Trio vendeu mais de mil cópias do CD “Trombeta”

O grupo Alaridos vendeu no sábado mais de mil cópias do segundo disco da carreira intitulado “Trombeta”, durante uma cerimónia realizada na Praça da Independência, em Luanda.

O álbum comporta 15 te-mas de hip hop, com mensagens evangélicas, tendo contado com a participação de músicos de gospel, com destaque para Bambila, Bijú, Marvim, Kark, Rui Last e Bru-no Banda TVC.
O disco está agora disponível na livraria Prazer de Ler para os fãs do grupo que não tiveram a oportunidade de adquiri-lo na Praça da Independência.
“Trombeta”, que dá título ao CD, “Fé Independente”, “Quem me dera voar”, “Com a Bíblia na mão”, “Pastor mudado”, “Diário da irmã”, “Já estou instruído”, “Não somos daqui”, “Crente zungueiro”, “Estilos musicais”, “Senhor Morte”, “Quando bem cruza os braços”, “Desliga”, “Igreja moderna”, “Toda honra” e “É a fé”, são os temas do disco.
As músicas foram grava-das nos estúdios MDC por Bijou e na Casa da Música por Guiorra, misturadas e masterizadas por Camufingo. O álbum foi editado em Portugal pela Mastercd.
De acordo com Seek, um dos integrantes do trio, o grupo utiliza o hip hop com o objectivo de evangelizar a sociedade. “Os Alaridos dedicam este disco a todos os homens e mulheres de Deus, que fazem de Cristo o seu caminho para a construção de uma sociedade sã”, disse.
Depois da sessão de venda e assinatura de autógrafos na Praça da Independência, os Alaridos têm em agenda uma campanha de divulgação do disco em várias igrejas de Luanda, assim como deslocações a alguns províncias, com destaque para o Huambo e Huíla, regiões onde foram bem aceites com o lançamento do primeiro disco, intitulado “A bússola”, que comporta 14 músicas, editado em 2008. O grupo também gravou os maxi singles Inédito (2006) e É a fé (2014).
O trio é formado por Velho Nascimento Oliveira “Djel P”, Silveiro Armando “Seek” e António Antunes “Antunes”, naturais da província do Cuanza Sul. Surgiu no panorama musical a 16 de Fevereiro 2002, com o objectivo de espalhar o evangelho.