Desporto

Combinações tácticas atarefam as Pérolas

Combinações técnicas e tácticas dominaram, ontem, o segundo treino da Selecção Nacional sénior feminina de andebol, que projecta no Pavilhão Principal da Cidadela a disputa do Torneio Internacional de Cárpatos, na Roménia, de 31 do corrente a 4 de Junho.

O grupo às ordens de Morten Soubak aprimorou também as transições defesa-ataque e os passes de curta e longa distância. Das 15 jogadoras que trabalham em Luanda, a guarda-redes Teresa Almeida “Bá” foi a única ausente.
Após falhar a primeira sessão, a central Vilma Neganga esteve à disposição do seleccionador Morten Soubak. Antes, a jogadora foi avaliada pela fisioterapeuta Marina Calista.
“Embora tenha-se apresentado com queixas ligeiras no tornozelo, não recebemos nenhum comunicado do Petro. Portanto, após a avaliação, decidimos colocá-la ao dispor do técnico. Até agora, está a correr tudo bem. Não há preocupações”, salientou Marina Calista.
Em declarações à imprensa, Soubak afirmou que, nesta fase, o grupo retomou o trabalho implementado no africano de Brazzaville.
“Não trabalhámos desde Dezembro do ano passado. Estamos a aproveitar para ensaiar combinações e passes. Na Roménia, vamos projectar os três jogos”, explicou o técnico.
Relativamente à entrega das atletas, o seleccionador foi peremptório: “estou contente. O treino foi intenso, mas elas reagiram bem, diferente de ontem. O ambiente é bom e estão a adaptar-se bem. A Bá teve um problema pessoal, por isso não participou. A temporada húngara já terminou. Isabel Guialo vai juntar-se ao grupo na Roménia.” Ontem, às 17h00, as Pérolas cumpriram o terceiro dos cinco treinos previstos.