Desporto

Interclube ambiciona reconquistar o troféu

A equipa do Interclube escala hoje a cidade do Cairo, capital do Egipto, para disputar de 6 a 15 do corrente a edição'2019 da Taça dos Clubes Campeões Africanos de basquetebol feminino, com outras 12 agremiações, cujo sorteio acontece na quinta-feira.

As vice-campeãs continentais serão recebidas pelo grupo de avanço, liderado pelo vice-presidente da agremiação para a modalidade, Miguel António “Camulogi”. A informação foi avançada, ontem, pelo presidente de direcção, Alves Simões.
“Os três dias de antecedência vão servir para a adaptação das jogadoras, e acautelar possíveis desgastes físicos motivados pela longa viagem. Por outro lado, não é recomendável na alta competição chegar há poucas horas do arranque”, sublinhou o dirigente. 
O objectivo, prosseguiu Alves Simões, é chegar à final e resgatar o título perdido para o Ferroviário de Maputo. Para a empreitada, que se adivinha difícil, a direcção da equipa afecta ao Ministério do Interior abdicou da extremo-poste congolesa democrática Pauline Akonga, e garantiu os préstimos da extremo senegalesa Astou Traore.. 
Na óptica do presidente do Interclube, a veterana de 38 anos, que integrou o “cinco” ideal do último Afrobasket, é uma peça importante para as pretensões do grupo. 
“Tudo vamos fazer para materializar o objectivo. Não será fácil, pois as outras equipas estão a trabalhar com a mesma pretensão”, reconheceu.
Seguiram viagem as jogadoras Regina Pequeno, Italee Lucas (bases); Rosemira Daniel, Felizarda Jorge, Astou Traore, Robin Parker (extremos); Jessica Malage, Angelina Golone e Eduarda André (extremo-postes).