Desporto

Palanquinhas recebidos em festa no 4 de Fevereiro

A Selecção Nacional Sub-17 de Futebol Masculino chegou ontem, às 6h35, a Luanda, proveniente do Brasil, onde disputou pela primeira vez o Campeonato do Mundo da categoria, tendo sido afastada da prova nos oitavos-de-final, após a derrota, por 0-1, para a Coreia do Sul.

Na sala de desembarque do Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro, aguardavam pelos jogadores e equipa técnica, familiares, amigos, dirigentes da Federação Angolana de Futebol (FAF) e dos clubes com os quais têm vínculo contratual.
A recepção aos comandados do seleccionador Pedro Gonçalves foi feita de forma calorosa. Choros, risos, apitos e batucadas de Ngoma marcaram, a chegada dos Palanquinhas.
“Foram 30 dias no exterior. É muito tempo. Os miúdos chegaram bem e com saúde graças a Deus. A próxima vez será melhor”, disse a mãe de um dos atletas quando cumprimentava com beijos e abraços o avançado David.
Em declarações ao Jornal de Angola, o capitão da Selecção Nacional Sub-17, Gegé fez um balanço positivo da presença angolana na estreia inédita mesmo, como diz: “apesar de termos falhado o objectivo que era chegarmos à final do mundial”.
Prosseguindo, assumiu: “não era o que queríamos. Perdemos e fomos afastados mas realizamos um sonho. O nosso propósito era também o de outras selecções”, disse o central do Petro de Luanda.
Para o jogador, a selecção anfitriã foi a mais difícil de defrontar na primeira fase do mundial, devido ao factor casa. “O Brasil foi o adversário mais difícil. As outras partidas foram boas e com equipas com as quais ganhámos mais experiência”, realçou o capitão da selecção.
Os Sub-17, que foram afastados pela Coreia do Sul, por 0-1, no Estádio Olímpico de Goiânia, em partida referente aos oitavos-de-final, ocuparam o segundo lugar do Grupo A, com seis pontos.
Na estreia, Angola venceu, por 2-1, a Nova Zelândia, no Estádio Walmir Campelo Bezerra “Bezerrão”, no Distrito Federal do Gama, cidade satélite da capital brasileira, Brasília.
Na segunda jornada, os angolanos ganharam, pelo mesmo resultado o Canadá, no Estádio Bezerrão, com golos de Zine Salvador e David.
Para a terceira e última jornada da fase de grupos, a Selecção Nacional perdeu com o Brasil, por 0-2, no Estádio Olímpico, em Goiânia, isso depois de uma excelente exibição na primeira parte.