Economia

Angola dá passos decisivos para a integração regional

O secretário de Estado para as Telecomunicações, Mário Oliveira, reafirmou ontem o forte compromisso do Executivo em construir uma sociedade da informação que “crie, tenha acesso e partilhe o conhecimento”, visando a promoção do desenvolvimento e a melhoria da qualidade de vida das populações.

Mário Oliveira, que discursava na Sessão Plenária da conferência de plenipotenciários da União Internacional das Telecomunicações (UIT) que decorre no Dubai, Emirados Árabes Unidos, acrescentou que “Angola está a dar passos decisivos para alcançar as metas que garantam a integração regional  em África, bem como a construção de uma indústria de tecnologias de informação competitiva, voltada para a inovação, geração de emprego e a exportação do potencial das empresas africanas. Segundo o secretário de Estado, “concorrem para o alcance das metas indicadas,  a actualização do “Livro Branco das Telecomunicações e Tecnologias de Informação “ - que traça as políticas do sector - guiado pelo Plano Nacional de Desenvolvimento do Executivo 2018-2022.
O secretário de Estado sublinhou  que o Programa Espacial Nacional, o Cabo Submarino (SACS) - que liga, a partir de Angola, a África Austral a Salvador (Brasil) - e a modernização e expansão de 22 mil quilómetros do Plano Nacional de Banda Larga, constituem a base sólida para a materialização dos planos de desenvolvimento deste importante sector.
No primeiro dia dos trabalhos, Angola foi eleita para uma das vice-presidências da conferência, a do Comité de Credenciais. A UIT, é uma organização internacional que superintende as telecomunicações e tecnologias de informação a nível mundial.