Economia

Importadores negoceiam as opções de pagamento

O Banco Nacional de Angola (BNA) autorizou os importadores a negociarem livremente as modalidades de pagamento na importação de mercadorias, flexibilizando os limites que eram aplicados, de acordo com um comunicado publicado sexta-feita na página electrónica da instituição.

“No âmbito da normalização do mercado cambial, o Banco Nacional de Angola, definiu, no dia 15 de Outubro, novos procedimentos que visam flexibilizar os limites aplicáveis aos vários instrumentos de pagamento utilizados nas operações cambiais de importação de mercadoria”, indica o comunicado do banco central'.

Os importadores passam assim a poder negociar livremente as modalidades de pagamento na importação de mercadorias, não estando as mesmas sujeitas a limites anuais nem por operação, excepto no que diz respeito a pagamentos antecipados ou adiantamentos.

Neste caso, os importadores podem utilizar até 50 mil dólares por operação ou até 10 por cento do montante total de uma operação, ao abrigo de uma carta de crédito.

As cartas de créditos são os instrumentos de pagamentos mais usados em Angola nas transacções de comércio internacional.