Economia

Roadshow da Refinaria do Soyo é realizado hoje

A primeira apresentação técnica (roadshow) do projecto de construção de uma Refinaria do Soyo é realizado hoje, em Luanda, num acto em que está prevista a participação do ministro dos Recursos Minerais e Petróleos, Diamantino Azevedo, de acordo com uma fonte oficial.

O Gabinete de Comunicação Institucional e Imprensa do Ministério dos Recursos Minerais e Petróleos declarou, em nota enviada ontem ao Jornal de Angola, que o roadshow é o primeiro de dois previstos antes do lançamento do concurso público internacional para a construção da Refinaria do Soyo, a 24 deste mês.
Uma segunda apresentação técnica tem lugar no Dubai (Emirados Árabes Unidos), a 22 de Outubro, de acordo com a nota da instituição governamental que dá conta que o concurso é realizado para a selecção de uma empresa ou consórcio de empresas para o seu financiamento, construção e operação (sistema BOT).
A Refinaria projectada para o município do Soyo deverá ter capacidade para processamento de até 100 mil barris de petróleo por dia, de acordo com dados disponíveis.
Com a construção de três novas refinarias (Soyo, Cabinda e Lobito) e a requalificação da instalação de Luanda, que data dos anos 60, para poder triplicar a produção de combustíveis, Angola terá capacidade para cobrir a procura interna anual e dos próximos dez a 20 anos.
A construção da Refinaria de Cabinda, que deverá ter uma capacidade diária de produção de 60 mil barris de petróleo bruto, foi adjudicada ao consórcio United Shine, com 90 por cento do capital social, em parceria com a Sonangol Refinação (Sonaref, com dez por cento).
A Refinaria do Lobito, de Benguela, que absorve um investimento inicial de dez mil milhões de dólares, prevê o processamento diário de cerca de 200 mil barris de crude, criando dez mil postos de trabalho directos e indirectos.