Gente

Aberta campanha de divulgação do Centro Histórico

A ministra da Cultura, Carolina Cerqueira, fez, sexta-feira, no Aeroporto 4 de Fevereiro, em Luanda, o lançamento oficial da campanha de divulgação do Centro Histórico de Mbanza Kongo, no âmbito do FestiKongo, que se realiza de 5 a 8 de Julho, no Zaire.

A campanha inclui a implementação de várias telas em “Leds”, na área de desembarque do aeroporto, que transmitem, a cada dois minutos, durante 30 segundos, informações sobre o sítio histórico, com destaque para as ruínas do Kulumbimbi, o principal ponto turístico do património. No acto, Carolina Cerqueira referiu que o lançamento está inserido no quadro do programa de marketing e informação dirigida a opinião pública, nacional e internacional, sobre a antiga cidade histórica de Mbanza Kongo.

O mesmo programa, adiantou, prevê a difusão sobre o sítio noutros meios de divulgação e comunicação, além dos outdoors, como televisões, rádios, transportes públicos e nas telas dos aviões nacionais.

“O aeroporto é uma das principais portas de entrada e saída de cidadãos, nacionais e estrangeiros, no país, daí a importância de explorar este espaço para mostrar aos visitantes imagens sobre a história desse património, com o intuito também de divulgar o FestiKongo”, disse.

A titular da pasta da Cultura destacou ainda o facto de existir um maior interesse dos estudantes e investigadores em visitar o Centro Histórico de Mbanza Kongo, o que é uma satisfação. “Os esforços implementados pelo Executivo já começam a dar os seus resultados, embora ainda exista uma longa jornada a percorrer”. O Festikongo, explicou, vai permitir mostrar a riqueza e diversidade cultural da região, que inclui também os países limítrofes antes parte do antigo Reino do Kongo, como a República Democrática do Congo, o Congo Brazzaville e o Gabão.

A longo do festival vão ser realizadas palestras, seminários, feiras, espectáculos, passeios guiados e encontros de intercâmbio cultural, que estão agendados dentro da recomendação da UNESCO, aprovada aquando da elevação da cidade a Património Mundial da Humanidade.

Júlio Furtado, coordenador Adjunto da Comissão de Gestão da ENANA, considera a iniciativa um marco importante na ocupação dos espaços destinados a publicidades, no interior e exterior, do aeroporto 4 de Fevereiro.