Cultura

Música e dança desfilam hoje na entrega de prémios

Pedrito, Africanita, Kyaku Kyadaff e Kizua Gourgel estão entre os cantores convidados a actuar hoje, às 20h00, no Cine Tropical, em Luanda, na gala de entrega de troféus aos vencedores do Prémio Nacional de Cultura e Artes (PNCA), edição 2018.

O espectáculo de variedade (música e dança) vai contar com a actuação dos cantores líricos Emanuel Mendes e Hérman. Todos os artistas e o convidado surpresa vão ser acompanhados instrumentalmente pela Banda Maravilha, informou uma fonte da organização da gala.
Em declarações ao Jornal de Angola, o secretário-geral do PNCA, Luís Sorte, garantiu que na modalidade da dança foram convidados os grupos tradicionais Maringa da província de Cabinda e o Ballet Nacional, que vão apresentar um espectáculo muito animado, tendo em conta o trabalho de pesquisa que ambos os grupos têm desenvolvido na preservação e valorização dos ritmos das várias regiões do país.
Luís Sorte adiantou que se estima a presença de 300 pessoas para testemunharem a entrega dos prémios aos vencedores do PNCA, cujo ensaio geral foi realizado ontem. “O local está a ser preparado por forma a garantir um espectáculo que esteja à altura dos distinguidos.”     
Na gala, de aproximadamente uma hora e meia, a ministra da Cultura, Carolina Cerqueira, na qualidade de anfitriã, é uma das presenças garantidas.

Menção Honrosa e distinção
O Júri do Prémio Nacional de Cultura e Artes, edição de 2018, atribuiu este ano, pela primeira vez na história do concurso, uma Menção Honrosa a título póstumo ao professor Jaka Jamba, pelos seus feitos a nível da formação do novo cidadão angolano, agregando ao conhecimento o sentido de alteridade, o respeito e a valorização dos angolanos e angolanas, enquanto base do desenvolvimento humano e sustentável.
Este ano, o júri distinguiu o poeta Viriato da Cruz, a título póstumo, na categoria de Literatura, Waldemar Bastos, na Música,  Kidá, nas Artes Visuais e Plásticas, o grupo Nguizane Tuxikane, no Teatro, Sakaneno João de Deus, na Dança,  Misael Filipe de Almeida, à título póstumo, no Cinema e Audiovisuais, Fidel Raul Carmo Reis, em Investigação em Ciências Humanas e Sociais,ao programa televisivo “Tudo e Mais”, no  Jornalismo Cultural,  e os Bakamas de Cabinda, nas Festividades Culturais Populares.