Cultura

Peça “O Tambi” aborda conflitos de heranças na Liga Africana

O grupo de teatro Bismas das Acácias, da província de  Benguela, apresenta hoje às 20h00, na Liga Africana, em Luanda, o espectáculo dramático  “O Tambi”, inserida na terceira edição do Circuito Internacional de Teatro (CIT), que decorre até domingo.

O espectáculo de teatro  narra vários acontecimentos que decorrem nos óbitos, no país. A falta de diálogo e o desconhecimento por parte de muitos cidadãos, acerca da Lei relativamente à partilha da herança, são as principais causas dos conflitos e divisões familiares registados no país.
De acordo com a sinopse, o conflito centra-se nos bens que o falecido deixou, quando a tradição e a Lei são invocadas para a resolução desse problema, retratados pelos personagens Natália (viúva), Zefa (cunhada), Fuxi (pato) e Eduardo (amigo do falecido).
A morte do dono da he-rança, causa fortes divergências no seio da família, logo que os familiares pretendiam apropriaram-se dos bens deixados pelo seu irmão.
O Bismas das Acácias é um grupo de carácter filantrópico, criado em 1996, na cidade de Benguela por um conjunto de jovens bailarinos, que decidiram representar, para dar respostas às actividades comunitárias do Projecto “Omiluko”, fi-nanciado pela ADRA, An-tena Benguela.  Em 2001, o grupo participou no primeiro concurso provincial de teatro, tendo alcançado o primeiro lugar.
Em 2009, aceita o convite da Globo Dikulo para participar em Luanda no FESTECA, com o espectáculo  “Victória”. Quatro anos de-pois, volta ao FESTECA e conquista os prémios de Grupo Revelação e Melhor Espectáculo, com a obra “Tchissola” (2012). Em 2013, participa no terceiro Festival Internacional de Teatro e Artes de Luanda, em alusão aos 25 anos do Elinga Teatro, com a peça “Tchissola”.