Mundo / África

Grupo armado mata e rouba armamento

Um grupo armado matou duas pessoas, feriu dois agentes das autoridades e roubou armamento na noite de terça-feira em Quisingule, aldeia remota do norte de Moçambique.

A povoação situa-se a 12 quilómetros do posto fronteiriço com a Tanzânia, em Namoto. O ataque à aldeia, no distrito de Palma, cerca de dois mil quilómetros a norte da capital, Maputo, aconteceu pelas 22 horas e as mesmas fontes referem que os atacantes roubaram armamento não especificado às forças de defesa e segurança moçambicanas que ali estavam estacionadas.