Mundo

Sede da missão da ONU alvo de um forte ataque

A sede da missão da Organização das Nações Unidas no Mali foi alvo ao início da manhã de ontem de um forte ataque" em Tombuctu, provocando vários feridos, ficando a situação controlada poucas horas depois.

Segundo avançou na sua conta da rede social Twitter, a Missão Multidimensional Integrada das Nações Unidas para a Estabilização do Mali (Minusma, em inglês), no ataque foram lançados morteiros e foi usado “um veículo suicida”, seguindo o esquema dos ataques jihadistas, embora os atacantes fossem de origem desconhecida.
Apesar de a mensagem não fornecer detalhes sobre as vítimas, fontes do Hospital de Tombuctu disseram à agência Efe que vários feridos deram entrada na unidade hospitalar, todos eles da sede da Minusma. Destacada no Mali desde Julho de 2013, a Minusma, com cerca de 12.500 militares e polícias, é actualmente a missão de manutenção da paz das Nações Unidas com mais vítimas em todo o mundo.
Cerca de 160 capacetes azuis morreram no país, dos quais 102 em actos hostis, constituindo mais de metade dos soldados das Nações Unidas mortos durante este período em todo o mundo.
O norte do Mali caiu em Março/Abril de 2012 nas mãos de grupos jihadistas ligados à Al-Qaeda. Esses grupos foram, em grande parte, expulsos por uma intervenção militar internacional lançada em Janeiro de 2013 por iniciativa da França e que está ainda em curso.
Mas há zonas inteiras do país que continuam a escapar ao controlo das forças malianas e estrangeiras regularmente alvo de ataques, apesar do acordo  de Junho de 2015.