Mundo / África

Primeiro-Ministro janta com a oposição

O novo primeiro-ministro da Etiópia, Abiy Ahmed, iniciou um novo ciclo na postura do Governo, tendo jantado este fim de semana, com os principais líderes da oposição.

Durante o jantar com a oposição, que Abiy Ahemd disse ser o primeiro, mas não o último, o novo primeiro-ministro da Etiópia revelou que uma das suas prioridades vai ser manter encontros frequentes com todas as forças da sociedade etíope, de forma a encontrar alternativas às propostas do Governo. Numa breve intervenção, o primeiro-ministro sublinhou a ideia de que são necessárias todas as contribuições para a solução dos muitos problemas que afectam o país.
“Estamos prontos para iniciar um processo de diálogo constante e construtivo  como quiser, honestamente, ajudar-nos a resolver os problemas”, afirmou. Recentemente, o Governo etíope tinha sido acusado pela oposição de usar a imprensa como forma de influenciar a população, no sentido de a fazer crer que todos os problemas da Etiópia se ficam a dever a quem pensa de forma diferente das pessoas que estão no poder.
Este jantar culminou um périplo de quatro dias que o novo primeiro-ministro efectuou a várias regiões do país, nalgumas das quais foi recebido com manifestações de protestos. Nestas suas visitas, o responsável encontrou-se com milhares de deslocados vítimas dos confrontos étnicos que se iniciaram em 2015 e que mereceram a semana passada mais uma nota de condenação do Congresso dos Estados Unidos.
Apesar desta condenação, a Etiópia continua a ser um dos mais firmes aliados dos Estados Unidos na luta contra o terrorismo. Os EUA  também apoiaram a decisão que o Governo etíope adoptou em Fevereiro de manter em vigor o “estado de emergência”.