Mundo

Migrantes evacuados para campos seguros

A Polícia francesa começou, ontem, a operação de evacuação de migrantes que viviam em tendas improvisadas, para autocarros de transporte com destino a centros de acolhimento, em Paris.

Esta operação, numa escala sem precedentes, surge um dia depois de o ministro do Interior francês, Christophe Castaner, ter assumido “o compromisso” de evacuar os campos no nordeste de Paris “até o final do ano”.
“Esta operação foi decidida como parte da implementação do plano” do Governo, declarou o responsável da Polícia de Paris, Didier Lallement, à imprensa.
Lallement disse que haverá uma presença diária da Polícia para impedir a formação de outros campos na área e confirmou que haverá outras remoções no nordeste de Paris “muito em breve”. Christophe Castaner explicou que, agora, “cada caso deve ser estudado pessoalmente”.
O ministro acrescentou que entre estes migrantes há requerentes de asilo, por isso houve um aumento de locais de acolhimento desde 2015, e outros para os quais o estatuto de refugiado já foi concedido, que receberão uma moradia; e os sem documentos serão expulsos do país.
Segundo a rádio France Info, a vice presidente da Câmara de Paris, Dominique Versini, encarregada pela recepção e acompanhamento dos refugiados, disse que cerca de 500 dos mais de mil migrantes que viviam nestes dois campos deixaram o local antes da chegada da Polícia.