Mundo

Quatro coligações certas nas eleições

A Comissão Nacional de Eleições de Timor Leste validou quatro coligações pré-eleitorais que se vão apresentar às eleições parlamentares de 12 de Maio, estando agora a decorrer o prazo para apresentação de listas de candidatos, disse ontem o presidente do órgão eleitoral.

O presidente da Comissão Nacional de Eleições timorense, Alcino Baris, confirmou à comunicação social que na recta final do prazo de registo de coligações, que terminou no domingo, se apresentou uma quarta coligação, o Movimento Social Democrata (MSD).
Segundo explicou, o MSD é composto pelo Partido So-cial Democrata (PSD), Partido Socialista de Timor (PST), Partido Centro Acção Social De-mocrata Timorense (CASDT) e Partido Democrata Cris-tão (PDC). O MSD junta-se à Frente de Desenvolvimento Democrático (FDD) - a primeira a completar todos os requisitos para poder concorrer às eleições antecipadas de 12 de Maio - e que integra quatro partidos políticos que se apresentaram separadamente nas eleições parlamentares de 2017: o Partido de Unidade e Desenvolvimento Democrático (PUDD), a União Democrática Timorense (UDT), a Frente Mudança (FM) e o Partido Desenvolvimento Nacional (PDN).
Foi também validada a Aliança de Mudança para o Progresso (AMP), que reúne as três maiores forças da oposição, o Congresso Nacional da Reconstrução Timorense (CNRT), o Partido Libertação Popular (PLP) e o Kmanek Haburas Unidade Nacional Timor Oan (KHUNTO).