Opinião / Cartas dos Leitores

Manutenção de estradas

Há dias passei pela rua Ngola Kiluanje, no troço que faz perpendicular com a rua 12 de Julho, e notei que o sentido Cuca-SãoPaulo sofreu uma ligeira intervenção com bugalhos e britas numa área que desequilibrava completamente o trânsito, sobretudo quando chovesse.

Tal como essa via, existem numerosas outras um pouco por todo o lado que apresentam buracos por muito e que subitamente alguém se lembra e a abertura passa logo a ser tapada, com brita ou mesmo asfalto. Não se percebe muito bem  porque é que um determinado buraco na estrada é deixado no estado em que se encontra e muitas vezes alargando-se para depois ser intervencionada, passado muito tempo. Há buracos na estrada que passaram a ser reparado simplesmente por conta de uma reportagem de jornal,  rádio ou televisão. E as vezes as perguntas que as pessoas se fazem porque é que as coisas funcionam assim, quando se trata de buracos nas estradas que não recebem a pronta intervenção do organismo de direito. Acho que está na hora da criação de uma brigada especializada na reparação das estradas a todos os níveis, em todos os lados e a toda a hora. Nem que tenhamos de implementar um processo de tapa-buraco em todas as estradas, com brita ou asfalto como, de resto, já sucede algumas vezes. As estradas não podem ter buraco, aberto por muito para depois, para depois  subitamente ser intervencionado. Há vias terciárias dentro dos bairros de algumas administrações que se encontram com numerosas ondulações, pequenos buracos e que não custa nada aos serviços técnicos mandar passar máquinas niveladoras e cilindro para "amenizar" a condução automóvel. Não sei o que é que as unidades de serviços técnicos fazem em muitas administrações. Voltando às estradas, não faz qualquer sentido que as mesmas apresentem fissuras e buracos por muito sem que sejam tapados. Outra prática reprovável tem sido a escavação do asfalto e a posterior reparação que acaba deixado saliência que constitui um incómodo grande  ao trânsito.

Filipe Contreiras| Viana