Política

Ministros avaliam acções da Saúde na comunidade

Os responsáveis pela pasta da Saúde dos países membros da CPLP encorajaram o Governo angolano, que receberá em 2020 a presidência interina da organização, a “prosseguir os esforços para incrementar a cooperação intersectorial entre os Estados-membros” e “reforçar a implementação de iniciativas que promovam avanços na execução dos programas já aprovados”.

A medida consta da declaração final da reunião de Ministros da Saúde da CPLP, que decorreu em Lisboa e marcou, igualmente, a passagem da presidência do Brasil para Cabo Verde. Além de promover o reforço da cooperação entre os países membros da organização no domínio da saúde, foi decidida a constituição de uma equipa de especialistas no sentido de promover a partilha de boas práticas.
Os participantes ao encontro, que decorreu à porta fechada, aprovaram uma proposta a ser apresentada à Organização Mundial de Saúde para a adopção da data de 19 de Maio como sendo o “Dia da Doação de Leite Humano na CPLP”.
Os ministros da Saúde decidiram ainda promover um alinhamento e diálogo concertado com o Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional da CPLP para incentivar o fomento de sistemas alimentares sustentáveis e promotores de alimentação saudável.
Na declaração final, Silvia Lutucuta e os restantes ministros da CPLP decidiram ainda desenvolver esforços para, numa parceria activa entre os Ministérios da Saúde da organização, identificarem e procurarem fontes de finan- ciamento que se encontrem disponíveis nos bancos de desenvolvimento regionais e internacionais, bem como noutras instituições financeiras, promovendo a sua transferência para o Fundo Especial da organização, de modo a viabilizar a promoção de actividades de cooperação que permitam a implementação dos programas aprovados e do Plano de Acção para o período entre 2020 e 2022.