Sociedade

Kilamba regista melhorias na segurança pública

Um projecto denominado “A Nossa Esquadra” está a ser implementado no Distrito Urbano do Kilamba, para melhorar a segurança pública na área, informou a comandante da 52ª esquadra, inspectora-chefe Gorete Fernando.

De acordo com a comandante, o projecto é uma nova filosofia de policiamento que traz consigo serviços e dinâmicas de actuação policial que contribuíram para a melhoria significativa da segurança pública a nível da Centralidade do Kilamba e em outras áreas.
Hoje, continuou, a situação de segurança pública na área é estável e regular, com o registo de um a dois casos por dia. Gorete Fernando disse que há dias em que não se registam ocorrências, fruto das medidas que têm sido tomadas no âmbito do policiamento e da prevenção primária e geral.
A inspectora-chefe, que falava à Angop a propósito do plano de férias “Polícia Meu Kamba”, que está a ser implementado pela corporação, disse que actualmente a centralidade apresenta um quadro diferente no que diz respeito a tipologia criminal.
Anteriormente, esclareceu, o Kilamba tinha registos de casos de roubos em interior de residências e acessórios de viaturas, hoje o quadro reverteu e a situação preocupante tem sido a violência doméstica.
Gorete Fernando informou que a Polícia tem recebido muitos casos de violência doméstica, principalmente aos finais de semana e do mês.
Gorete Fernando indicou que no Kilamba existem muitas zonas de lazer e no final de semana há um incremento na ingestão de bebidas alcoólicas, que acaba muitas vezes em desentendimentos entre casais.
Aos finais do mês, explicou, os casos de violência doméstica estão associados à falta de prestação de alimentos. Gorete Fernando pontualizou que, em média, se têm registado três a quatro casos de violência doméstica, desde o último semestre de 2019.
“O plano de férias “Polícia Meu Kamba” visa uma aproximação saudável entre a Polícia e a comunidade e a promoção do equilíbrio psicomotor das crianças, adolescentes e adultos”, disse Gorete Fernando.
Visa, igualmente, dar a conhecer o trabalho da Polícia, porque, segundo os mentores do projecto, a falta de conhecimento dos serviços e de uma relação saudável entre o cidadão e o polícia muitas vezes gera o sentimento de medo e de desconforto, acrescentou, para concluir: “o polícia é um cidadão de bem que tem a missão de garantir a segurança.