Sociedade

Perdas para o turismo mundial chegam a 273 mil ME até Maio

A pandemia de Covid-19 provocou perdas de 320 mil milhões de dólares (272,8 mil milhões de euros) no turismo mundial, de Janeiro a Maio, segundo o barómetro publicado pela Organização Mundial do Turismo (OMT).

“É mais do triplo das perdas registadas ao nível de receitas do turismo internacional durante a crise económica mundial de 2009”, considerou, quarta-feira, a organização, que é uma agência das Nações Unidas e tem sede em Madrid.

De Janeiro a Maio, o número de turistas internacionais caiu 56% em relação ao mesmo período de 2019, o que representa 300 milhões de visitantes a menos.

Apesar da lenta recuperação do turismo, especialmente no hemisfério norte, “o índice de confiança estabelecido pela OMT está em mínimos históricos”, segundo um comunicado.

Entre os principais riscos para o sector, a OMT aponta “o ressurgimento do vírus e o risco de novos confinamentos”, indicando também a situação na China e nos Estados Unidos, importantes pontos de origem de turistas.

No início de Maio, a OMT previa uma queda de 60 a 80% no número de turistas internacionais no ano de 2020, com perdas que podem ascender a um total entre 910 mil milhões e 1,2 bilião de dólares.